Alexa
CONTATO: (31)3646.2330 | WHATSAPP: (31) 9960.8282
Dr Daniel Borges Plástica

Ginecomastia na adolescência. Como lidar?

Por: | 13 de setembro de 2017

Ser adolescente não é nada fácil! Os nossos nervos ficam à flor da pele e os hormônios ficam ‘’loucos‘’. Alguns procuram ser o centro das atenções, já outros são um poço de timidez sem fim, mas cada um com um jeito próprio e único de ser. Mas um problema recorrente aos adolescentes são as mudanças drásticas que acontecem no corpo. A voz muda e os pelos aparecendo pelo corpo e até mesmo as formas do corpo mudam.

Nessa fase é muito comum sentir vergonha da aparência física e se auto criticar de forma excessiva. Além disso, muitos adolescentes se comparam com os outros, o que pode desencadear uma série de problemas psicológicos graves. Um grande problema entre os rapazes que estão na fase da adolescência é o tamanho alterado das mamas.

O excesso de mamas é desconsiderado por grande parte dos homens, porém não há como negar que se trata de uma alteração genética e pode ser causada também por outros fatores como a obesidade que pode contribuir para o aumento das mamas nos homens.

A alteração no tamanho das mamas em adolescentes é mais comum do que se pensa, principalmente devido aos hormônios que podem se desregular nesse período.

A média em porcentagem de adolescentes que passam por esse problema é de aproximadamente 66%. Essa média se destina aos garotos por volta dos 14 ou 15 anos. É muito comum que eles se sintam constrangidos por isso, ainda mais em ambiente escolar, onde o bullying é algo frequente.  Mas saiba que existe um procedimento estético que pode corrigir isso facilmente. É a ginecomastia, a cirurgia de redução das mamas masculinas.

Os hormônios

A alteração no tamanho das mamas em meninos adolescentes, ocorre na maioria das vezes por causa dos hormônios. É algo normal na fase adolescente, pois o corpo está passando por transformações e os garotos devem saber lidar com elas, porém, muitas vezes é difícil. Um fato interessante sobre as mamas masculinas é que, algumas vezes, a alteração no tamanho é corrigida naturalmente, pois os hormônios masculinos se normalizam e o crescimento do corpo acaba por minimizar o problema por conta própria. Por isso, antes de tomar qualquer decisão é muito necessária uma avaliação com o seu cirurgião plástico. Ele poderá descobrir qual a causa real do problema e indicar o procedimento mais adequado para a correção das mamas.

Tratamentos cirúrgicos para o excesso de mamas masculinas

Além da ginecomastia, alguns outros procedimentos estéticos podem ser realizados para que a correção no tamanho das mamas seja feito com sucesso. O tratamento varia para cada pessoa e cada caso.

Em algumas pessoas, pode ser realizada uma lipoaspiração na região, que tem o objetivo de eliminar as gorduras localizadas, ou pode ser feita a remoção da glândula mamária. A anestesia utilizada para que o paciente não sinta dor costuma ser a local juntamente com sedação. Independente do tratamento escolhido junto ao seu cirurgião plástico, os resultados são ótimos e trazem para você uma autoestima mais elevada.

Vale lembrar que o profissional deve ser qualificado para realizar a operação e ser membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Fique atento a isso e cuide de você.

Deseja conhecer mais sobre os vários procedimentos estéticos que podem fazer com que você aumente a sua autoestima? Acesse o nosso site e faça agora mesmo o download gratuito dos E-Books informativos que farão com que você saiba muito mais sobre as cirurgias plásticas, inclusive, temos um conteúdo completo falando sobre a ginecomastia.

Temos também o atendimento feito via WhatsApp, no número (31) 99960-8282 e por  telefone (31) 3646-2330. Agende agora mesmo sua consulta, será um prazer te atender!

Leave a Reply