Alexa
CONTATO: (31)3646.2330 | WHATSAPP: (31) 9960.8282
Dr Daniel Borges Plástica

Adeus lâmina, tchau cera quente!

Por: | 3 de dezembro de 2012

Se todo homem fosse uma mulher, pelo menos por um dia, saberia como é difícil estar sempre com o visual impecável. Enquanto muitos marmanjos podem se dar ao luxo de desfilar como homens das cavernas, passando semanas sem se barbear, as mulheres têm compromissos rotineiros com lâminas e potes escaldantes de cera de depilação. Pernas, axilas e virilha são alguns dos pontos que rigorosamente precisam ter pelos removidos. Em alguns casos, há mulheres que precisam depilar o buço. E tudo isso, além de tomar tempo, também pode ser bastante desconfortável. Afinal, quem é gosta de esfregar um geleca fervendo na pele e depois puxar de uma só vez?

Praticidade

No entanto, há soluções mais eficientes e menos dolorosas, como a depilação à laser, que é um procedimento extremamente eficaz e que pode ser feito por qualquer mulher, já que praticamente não existem restrições. A técnica consiste em um bombardeamento de feixes de luz que atingem diretamente os folículos impedindo ou retardando o crescimento dos pelos. Em média 80% dos fios da região, em que é feita a aplicação, não voltam a crescer. Hoje, os preços das sessões de depilação à laser são bastante acessíveis. Mas mesmo assim, o cliente deve fazer uma pesquisa sobre o profissional ou clínica, para ter certeza de que estará se entregando à mãos confiáveis e não apenas sendo guiado por uma promoção. Às vezes o barato pode sair caro.

Homens

E para quem pensa que depilação à laser é um produto que atrai apenas o público feminino, é bom saber que cada vez mais os homens estão aderindo ao tratamento. Isso porque em muitas profissões, é exigido que o funcionário esteja sempre de barba feita. E quem tem que passar gilete no rosto todos os dias sabe, que depois de um tempo a pele sofre. Daí, a depilação a laser surge como uma excelente solução para quem não gosta de barba ou não pode ostentá-la no local de trabalho.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Converse comigo