Alexa
CONTATO: (31)3646.2330 | WHATSAPP: (31) 9960.8282
Dr Daniel Borges Plástica

Cicatrizes de pós-operatório

Por: | 9 de Janeiro de 2017

É praticamente inevitável não pensar nas cicatrizes quando o assunto é realizar uma cirurgia plástica. Talvez essa seja uma das perguntas mais frequentes que preciso responder em consultório médico: “Drº, a cicatriz vai ficar muito grande ou muito visível?”. Essa preocupação é normal, uma vez que ninguém quer ficar com marcas pelo corpo, não é mesmo?

Infelizmente, sempre tenho que explicar  aos meus pacientes que seja qual for o procedimento cirúrgico a ser feito, as cicatrizes são inevitáveis, e com a cirurgia plástica não é diferente.

Há casos em cirurgias plásticas malfeitas onde o paciente fica insatisfeito devido as marcas das cicatrizes, causando assim diversos problemas emocionais e, consequentemente, mais despesas financeiras para tentar resolver o problema.

Por esses motivos, os cirurgiões plásticos têm trabalhado arduamente nessas questões, que podem pôr em xeque a credibilidade e o resultado de seu trabalho. Por isso, sempre comento aqui no blog sobre a importância de sempre verificar a experiência do cirurgião plástico, além de ter certeza se o mesmo faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Assim, você pode fazer o procedimento de forma mais segura, tendo a certeza de que está nas mãos de um médico capacitado.

Esses, aliás, são um dos primeiros passos para evitar que as cicatrizes do pós-operatório fiquem muito grande, prejudicando assim o resultado da cirurgia plástica.

O tipo de cicatriz aceitável

Para que você tenha uma ideia, uma cicatriz de boa qualidade é aquela com formato mais fino e de tonalidade próxima à da pele. Entretanto, existem diversos fatores que podem fazer com que as cicatrizes escureçam e engrossem, sejam eles internos ou externos.

Doenças como diabetes, por exemplo, podem contribuir para um efeito indesejado da cicatriz. Fatores hereditários, idade e movimentos bruscos no pós-operatório são outros fatores responsáveis pelo agravamento das cicatrizes.

Por isso, é importante que o paciente comunique ao cirurgião plástico todo o seu histórico de doenças, além de fazer todos os exames laboratoriais que serão solicitados pelo cirurgião plástico. Tudo isso irá ajudar não somente no resultado final e positivo da sua cirurgia plástica, como também ter mais garantia de que a cicatriz ficará em boas condições.

As cicatrizes são todas permanentes?

A boa notícia que quero compartilhar com você é que, todavia, o surgimento de cicatrizes ruins não significa que elas são permanentes. O paciente pode realizar a correção de uma cicatriz com uma cirurgia pequena para retirar o excesso de pele, assim como é realizado em cirurgias reparadoras gerais.

Depois do procedimento, o paciente deve obedecer a todas as recomendações do seu cirurgião, principalmente fazer restrição à exposição solar e evitar os movimentos bruscos durante o período de cicatrização. Existem também vários tratamentos não-cirúrgicos para amenizar a aparência das cicatrizes no corpo, tornando-as mais suaves.

Tem outras dúvidas que gostaria de esclarecer sobre a cicatrizes de pós-operatório? Entre em contato com a nossa equipe e agende uma consulta.

É importante ressaltar que a preocupação com cicatrizes de pós-operatório não deve ser um impedimento para você realizar o sonho da cirurgia plástica. Basta escolher um bom profissional, fazer todos os exames laboratoriais e garantir uma boa recuperação e descanso no pós-operatório.

Nosso telefone é o (31) 3646-2330, ou se preferir envie um WhatsApp (31) 9960.8282. Estamos localizados na Av. do Contorno, 4747, LifeCenter, Sala 1113 – 30110-090 – Belo Horizonte.

 

 

Related Post

Leave a Reply