Alexa
CONTATO: (31)3646.2330 | WHATSAPP: (31) 9960.8282
Dr Daniel Borges Plástica

Cirurgias plásticas pós o emagrecimento

Por: | 22 de agosto de 2016

Emagrecer é o desejo de grande parte das pessoas que sofrem com a obesidade em um grau mais elevado. Nesses casos, emagrecer também traz uma consequência nada agradável: a flacidez e o acumulo de pele.

Em busca de mais uma mudança

Essa é uma consequência que podemos chamar de “chata”, alguns pensam que é até mesmo injusta, mas é preciso compreender que apesar de um ex-obeso ter alcançado uma vida saudável, ele provavelmente passou muitos anos com um grande quantidade de gordura em seu corpo. Por isso, a pele teve que se acostumar ao padrão, aumentando a elasticidade com o objetivo de proteger o corpo da melhor forma possível.

Dessa forma, quando se perde uma grande quantidade de gordura, seja por exercícios, dietas ou as famosas cirurgias bariátricas, a pele já foi afetada pelo tempo em que o corpo ficou abrigando mais gordura do que o recomendado. Isso significa que ela já não possui elasticidade para acompanhar as novas medidas corporais.

O excesso de pele e a cirurgias plásticas

As dobras de pele são completamente normais nesse caso, e as regiões mais afetadas costumam ser o pescoço, glúteos, mamas, braços e abdome.

A cirurgia que irá retirar esse excesso de pele só deve ser realizada quando o paciente tiver alcançado o objetivo estipulado pelo médico ou o peso corporal estiver realmente estabilizado.

É preciso ter certeza de que o paciente não vai emagrecer ou engordar mais e, consequentemente, prejudicar o resultado da cirurgia ao ponto de ser necessária uma nova intervenção cirúrgica para corrigir o problema.

Opções cirúrgicas plásticas para retirada de excesso de pele em ex-obesos

Existem algumas opções sobre a cirurgia para retirada do excesso de pele após o emagrecimento, o cirurgião plástico irá avaliar cada caso para determinar quais são os melhores métodos para o paciente.

Hoje os mais utilizados são:

Braquioplastia

É a cirurgia específica para a retirada de excesso de pele na região dos braços, principalmente para acabar com o famoso “tchauzinho”.

Lifiting de Coxas

Como o nome diz, essa é a cirurgia específica para as coxas que retirar o excesso de pele dessa área.

Abdominoplastia

É a mais realizada, pois recupera a estética do abdômen – área em que o excesso de pele pode encobrir as genitais, dificultando a higiene da região.

Cervicoplastia

Destinada para a região do pescoço, a cervicoplastia pode ser realizada juntamente com a cirurgia de rejuvenescimento facial.

Ritidoplastia

É a cirurgia de rejuvenescimento facial que visa retirar as rugas, sulcos profundos e aparência de cansada do paciente, não somente dos ex-obesos, mas de quem sofre com esses problemas.

Gluteoplastia

O nome também já explica para qual região esse procedimento é destinado e, ao se levar em conta a cultura brasileira e a valorização dessa área na definição dos padrões de beleza, podemos dizer que garantir uma boa aparência dos glúteos é uma etapa importante para a nova vida de um ex-obeso.

Mamoplastia

Para as mamas, existem as opções de Mamopexia, Mamoplastia Redutora e Mamoplastia de Aumento, e o cirurgião plástico deve avaliar qual delas é a mais adequada para garantir o melhor resultado.

Estética?

Independente de quais forem os procedimentos definidos pelo especialista em cirurgia plástica, é importante frisar que a maioria dos profissionais não considera que a cirurgia pós-emagrecimento seja uma cirurgia de estética, mas sim um passo fundamental para um ex-obeso voltar a ter uma vida com qualidade.

Se você quer entender melhor sobre as cirurgias plásticas pós emagrecimento, confira agora a entrevista que o Dr. Daniel Borges deu ao personal trainer Rafael Rodrigues, especialista em treinamento para emagrecimento e saiba tudo o que você sempre quis descobrir sobre o tema.

Related Post

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Converse comigo