Alexa
CONTATO: (31)3646.2330 | WHATSAPP: (31) 9960.8282
Dr Daniel Borges Plástica

Dúvidas frequentes sobre ginecomastia – Parte I

Por: | 16 de agosto de 2017

Muitos homens apresentam o tamanho das mamas alterado, isso pode ocorrer devido a fatores genéticos e também pelo surgimento de sobre peso, causador da obesidade.

O procedimento cirúrgico de redução da mama masculina, também conhecido como ginecomastia, é bastante comum, mas raramente falada, devido à falta de conhecimento da população e também devido à vergonha que muitos homens possuem na hora de procurar um cirurgião para tratar do assunto.

A ginecomastia é o desenvolvimento excessivo das glândulas mamarias nos homens, uma condição que afeta cerca de 40% dos homens do Brasil e do mundo. No procedimento, a gordura e/ou tecido glandular das mamas é removido, deixando as mamas mais planas e rígidas, eliminando também a flacidez da região.

Em casos mais extremos como os de obesidade, é indicado a realização de uma cirurgia para a retirada do excesso de pele. Dessa forma, a visão estética das mamas ficará mais agradável ao paciente.

O procedimento ainda gera muitas dúvidas, por isso, separamos em duas partes as dúvidas mais frequentes sobre o procedimento para você entender como funciona cada etapa. As informações fornecidas nesse texto lhe darão uma compreensão básica do procedimento, mas é importante contar com um cirurgião plástico de confiança para avaliar cada caso com atenção.

Será que preciso mesmo fazer ginecomastia?

A questão mais importante e que você deve se perguntar é: Será que a condição e o tamanho das mamas incomodam em questões psicológicas e físicas? É extremamente importante refletir e ver se os procedimentos cirúrgicos que você pensa em fazer são realmente necessários, toda cirurgia gera um risco, mas com a escolha de um profissional capacitado os resultados podem ser espetaculares para a sua autoestima.

Caso a sua resposta seja positiva, você deve considerar a cirurgia ginecomastia e começar a reunir informações que irão ajudá-lo a tomar a decisão.

Em geral, recomendamos que você espere até os 18 anos para realizar a cirurgia. Em alguns casos o procedimento pode ser feito mais cedo. Para isso, você terá que consultar um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para que haja uma avaliação profissional do seu caso.

Além disso, você deve discutir o resultado desejado com o cirurgião antes da realização do procedimento, e certificar-se de compreender plenamente tudo o que está envolvido no processo, mantendo suas expectativas dentro da realidade.

A cicatriz que aparece após a cirurgia, normalmente é a periareolar (cicatriz com cerca de uma polegada na parte inferior da aréola), que é geralmente imperceptível. Algumas pessoas precisam de procedimentos mais extensos, e isso deve ser discutido com o cirurgião em detalhes na consulta pré cirurgia.

Vou sentir muita dor e precisar de medicação?

Normalmente, a dor é mínima depois da operação, mas, geralmente o seu cirurgião irá indicar uma medicação própria para a recuperação e também para a dor. Além disso, uma série de cuidados serão indicados para a cicatrização ocorrer de forma correta.

Quanto ao período de repouso, depende do tipo de procedimento que você vai fazer e da extensão da cirurgia. Geralmente o período  é entre 7 a 15 dias com atestado médico mas o tempo de cicatrização varia para cada indivíduo, devido a alguns fatores biológicos e genéticos. Tudo isso deve ser discutido com o cirurgião.

Caso queira saber mais, basta procurar o Dr. Daniel Borges. Ele pode te ajudar a saber mais sobre tudo o que você deseja fazer. Basta ligar no número 31 – 3646-2330 ou mandar uma mensagem para o atendimento via WhatsApp no número 31 – 99960-8282.

O Dr. Daniel Borges atende no Hospital Life Center, localizado na Avenida do Contorno, número 4747, em dois horários. Das 9h às 12h, e também das 13h30 às 18h. Acesse também o site e baixe gratuitamente os E-books que podem te ajudar muito a entender mais sobre vários procedimentos estéticos.

Fique atento, em breve teremos mais um texto sobre ginecomastia aqui no blog pra esclarecer mais dúvidas comuns dos pacientes.

Related Post

Leave a Reply