Alexa
CONTATO: (31)3646.2330 | WHATSAPP: (31) 9960.8282
Dr Daniel Borges Plástica

Lipoaspiração e o sobrepeso

Por: | 17 de dezembro de 2013

sobrepeso-lipo-emagrecimentoNa hora de falar sobre para quem a lipoaspiração é mais indicada, é preciso saber até que ponto uma pessoa pode ser considerada “gordinha” ou obesa. O sobrepeso é quando uma pessoa está com massa corporal acima do que é considerado normal, com relação a seu peso e altura. Uma pessoa gorda pode até ser saudável, mas corre riscos de chegar a um estado de saúde crítico, precisando de tratamento médico.

Já uma pessoa obesa, que está muito acima de seu peso ideal, não é considerada saudável. Isso porque quando a gordura é excessiva, pode haver inúmeros problemas graves de saúde, como diabetes, problemas de pressão alta e ataque cardíaco.

 

Lipoaspiração e perda de peso

Praticar exercícios e seguir uma dieta saudável pode ser um processo um pouco lento para eliminar certos tipos de gordura. Por esse motivo, algumas pessoas não conseguem perder peso com métodos tradicionais, o que as levam a optar por alternativas cirúrgicas, como a lipoaspiração.

Atualmente, não há como negar que a lipoaspiração ganhou alguns adeptos que não têm muita disposição para gastar horas na academia ou seguir uma dieta rígida, preferindo ir aos métodos mais práticos e com resultados mais rápidos, como a lipo. Mas é importante lembrar que a lipoaspiração não é a solução para as pessoas que estão com sobrepeso, nem para as que não estarão dispostas a praticar exercícios depois da recuperação – a fim de manter os bons resultados-.

Quando o paciente realiza uma consulta com o cirurgião, ele esclarece qual é a solução perfeita para ele. Por isso a importância de uma boa conversa com o médico cirurgião antes de tomar qualquer decisão. Conforme dito anteriormente, a lipoaspiração não remove grandes quantidades de gordura, mas elimina uma quantidade significativa para pessoas que são propícias à cirurgia.

Outra questão que deve ser trabalhada antes da lipoaspiração é a reeducação alimentar. Apenas retirar o excesso de gordura e não ter os devidos cuidados com a alimentação pode fazer a pessoa ganhar todo o peso perdido novamente, o que acaba sendo um risco gratuito, pois o corpo pode voltar ao que era em menos de dois anos. Por isso o estado do paciente deve ser minuciosamente avaliado antes de ele passar pela cirurgia.

É importante lembrar que a lipoaspiração não age na eliminação de gorduras e na perda de peso (dependendo do porte do paciente) sozinha. O procedimento deve ser aliado a uma boa dieta, a exercícios físicos regulares e a alguns tratamentos estéticos, como hidratação de pele.

conheca a lipo Lipoaspiração e Gravidez   Tire suas Dúvidas

 

 

 

Dr. Daniel Borges Matias
Cirurgião Plástico em Belo Horizonte

Quer saber onde atendo? Clique aqui. 

 

Leave a Reply